segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Eleições Campinas-SP


Minha cidade irá decidir o futuro prefeito apenas no próximo turno. Apesar de algumas previsões que seria necessário apenas um turno para decidir o novo prefeito de Campinas, as previsões não se concretizaram, o que me alegra muito. Agora teremos mais tempo de debate, reflexão e mesmo tempo de debate para ambos os candidatos na televisão. Isso  irá auxiliar na apresentação de ideias e projetos para a cidade. E sobretudo esclarecer os eleitores.

Fique surpreso com a quantidade de abstenções, votos nulos e brancos. Campinas passou por um difícil 2011, com a queda de dois prefeitos e inúmeros notícias de corrupção e desvio de verba pública. Se somarmos os votos nulos, brancos e as abstenções teremos o total de 38,04% dos eleitores campineiros, quase 40% dos eleitores abriram mão de seu voto, o que mostra o descrédulo dos campineiros com o atual cenário político.


O futuro prefeito terá muito trabalho. Além de melhorar os problemas que atingem a cidade terá que recuperar a moral dos cidadãos campineiros.

Frederico Matias Bacic

Um comentário:

  1. Tomara que tenhamos um debate em que se possa propor e discutir planejamentos. As propagandas eleitorais já não são palcos para discutirem ideias, apresentar propostas, argumentar qualquer coisa. Isso sem falar da discrepância que cada candidato tem em questão de tempo na mídia; como um candidato consegue apresentar sua campanha em 30 segundos, 1 minuto ou dois?

    Ouvimos por aí das maravilhas da cidadania, regime democrático, igualdade de votos e outros termos que o TSE divulga, mas como validar esses termos em conjunto citados num sistema eleitoral em que 3 candidatos (sempre dos mesmos partidos) dominam quase todos os 30 minutos de horário eleitoral? Isso só reforça o poder dos mesmos partidos, das mesmas caras das Assembleias e Câmaras, dos mesmos governantes.

    ResponderExcluir