terça-feira, 26 de junho de 2012

Reuters: Premiê chinês propõe linha de crédito de US$ 10 bi para América Latina


SANTIAGO, 26 Jun (Reuters) - A China, segunda maior economia do mundo, ofereceu fundos de cooperação e linhas de crédito para estreitar seus laços com a América Latina, um de seus principais parceiros comerciais e importante fornecedor de matérias-primas.
O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, propôs nesta terça-feira (26) a constituição de um fundo de cooperação de US$ 5 bilhões iniciais e de uma linha de crédito de US$ 10 bilhões para o desenvolvimento de infraestrutura na região.

"A parte chinesa se dispõe a tomar a iniciativa para criar o fundo de cooperação China-América Latina e Caribe, ao qual instituições financeiras chinesas aportarão como primeiro pacote US$ 5 bilhões", disse Wen, durante um discurso na sede da Comissão Econômica para a América e o Caribe (Cepal) em Santiago, no Chile.
"O Banco de Desenvolvimento chinês liderará a concessão de uma linha de crédito especial de US$ 10 bilhões  destinada a promover a cooperação e a construção de infraestrutura", completou o premiê, em viagem por vários países da América Latina.
Wen assegurou que o governo chinês, dentro de sua capacidade, seguirá oferecendo assistência econômica aos países interessados da região.
O premiê também insistiu para que a América Latina combata, junto à China, o protecionismo, em meio a um complexo cenário internacional.
Wen Jiabao terminou sua viagem à América do Sul em Santiago, após visitar o Brasil, o Uruguai e a Argentina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário