sexta-feira, 22 de junho de 2012

Dica de livro:Globalização Versus Desenvolvimento por ADRIANO BENAYON



Esta obra destina-se aos que se interessam pelo Brasil. Mostra a urgência de o País livrar-se do atual modelo econômico para tornar-se seguro e próspero. Os temas abrangem Economia, Desenvolvimento, Tecnologia, Ciência Política, História e Relações Internacionais. O autor mostra que o único desenvolvimento possível é o autônomo e que esse exige desvincular-se de potências hegemônicas e do livre-fluxo de capitais. Aponta limitações do socialismo e como a concentração capitalista desemboca no imperialismo. Conclui que a via do progresso passa pela firme condução, pelo Estado, da estrutura produtiva, formada por estatais importantes e por um setor privado subordinado a uma real economia de mercado, a qual não se confunde com o capitalismo. 


Descreve quinze mecanismos de que se servem as empresas transnacionais para transferir ao exterior os ganhos obtidos no Brasil e para não pagar impostos sobre a renda. Assim, por meio dos investimentos diretos estrangeiros, os centros capitalistas apropriam-se dos recursos das periferias, sem resultados para estas senão o empobrecimento. A globalização torna livres os movimentos de capitais, radicalizando o modelo dependente, imposto ao Brasil, à Argentina e ao México, por pressões e intervenções externas. Resultado: apesar dos magníficos potenciais desses países, seus povos sobrevivem na pobreza, superada em países com potencial limitadíssimo. A diferença está na política econômica e industrial. Alguns tigres asiáticos reservaram seus mercados para o capital nacional e, desse modo, atingiram o patamar dos países de alta renda, embora tivessem a mais baixa do planeta nos anos 60. 


Adriano Benayon é doutor em Economia pela Universidade de Hamburgo (Alemanha) e Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ. Foi Professor da Universidade de Brasília, diplomata de carreira, consultor legislativo da Câmara dos Deputados e, depois, do Senado Federal, na área de Economia, aprovado em primeiro lugar nos dois concursos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário