terça-feira, 13 de março de 2012

Sem Parar terá 'megarrecall' no Estado de São Paulo - Folha de SP

Muito interessante o novo método de cobrança do pedágio. Vejam a comparação do valor cobrado no quadro ilustrado. O valor cobrado entre o trecho de Campinas e Indaiatuba irá cair mais da metade. Todavia novas reclamações estão sendo geradas. Usuários que vão dos bairros para o centro de Campinas terão que pagar R$ 2,20 ( na ida e na volta) para realizar o deslocamento . Segue abaixo a reportagem da folha:


Cerca de 2,5 milhões de veículos em todo o Estado de São Paulo terão que trocar, a partir do ano que vem, o dispositivo do Sem Parar, equipamento usado para pagar de maneira eletrônica pedágios e estacionamentos.

A informação é da reportagem de Ricardo Gallo publicada na edição desta segunda-feira da Folha. A reportagem completa está disponível a assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha.

A intenção do governo é abrir caminho para a implantação do pedágio por km rodado, que usará outro "tag". Os testes do sistema começam em abril, em Indaiatuba, informa a Artesp (agência reguladora dos transportes no Estado de São Paulo).

Os motoristas terão entre 1º de janeiro de 2013 e 7 de novembro de 2014 para substituir os equipamentos, chamados de "tags". O número de automóveis com o Sem Parar --e, portanto, atingido pela medida-- representa 11% da frota paulista, de 22 milhões de veículos. (Clique na imagem para ampliar)


Nenhum comentário:

Postar um comentário