domingo, 21 de agosto de 2011

Ex-presidente do BNDES, Antônio Barros de Castro morre aos 73


Morreu, neste domingo (21), o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Antônio Barros de Castro, 73, vítima de um desabamento, no Rio.
 
Segundo o Corpo de Bombeiros, por volta das 11h a laje da casa onde morava, na rua Icatú, no Humaitá, zona Sul da cidade, desabou sobre ele, que morreu na hora. Castro deixa quatro filhos, uma neta e a mulher.
Doutor em economia pela Unicamp, Castro foi presidente do BNDES entre outubro de 1992 e março de 1993, no governo Itamar Franco (1992-1994). Mais recentemente, foi diretor de Planejamento do banco entre 2005 e 2007.
 
O economista era professor emérito da UFRJ e consultor do Conselho Empresarial Brasil-China. Ele considerava que o desenvolvimento do país asiático alterou radicalmente a economia mundial e que o Brasil tinha que se reinventar para se manter competitivo.
 
"Se o câmbio e o custo Brasil forem neutros, boa parte da indústria brasileira não é competitiva porque o sistema industrial chinês é mais eficiente", disse ele em entrevista à Folha em abril.
 
O velório deve ser realizado nesta segunda, na capela do campus da UFRJ, na Ilha do Fundão, zona norte do Rio


Nenhum comentário:

Postar um comentário