quinta-feira, 30 de junho de 2011

Marx: A transformação da lei de valor em lei de valorização


De acordo com Marx para que uma determinada mercadoria seja produzida ela deve ter um valor maior do que os custos de sua produção, os custos são referentes à força de trabalho e os meios de produção. É  desse ponto que Marx apresenta a teoria de mais-valia. Exemplificando:

D- M- D’   ->    D’ – D = Δ D (onde ΔD  é a mais-valia)
(D’>D)
           
 A mais-valia consiste no valor do trabalho não pago ao trabalhador, isto é, na exploração exercida pelo capitalista sobre os seus assalariados. Existem duas maneiras de aumentar a mais-valia; aumentando a mais-valia relativa, ou seja, melhorando a produção. Ou através da mais-valia absoluta  que se dá através do aumento da jornada de trabalho. .  Esse processo permite ao capitalista a obtenção do lucro, o produto da produção total subtraído pelas horas de trabalho remuneradas.   


  Podemos notar que durante o processo (D- M- D’) de produção de uma mercadoria ocorre um processo de valorização, isto é, ao final do processo de produção a mercadoria possui um valor maior do que a soma de todos os valores anteriormente utilizados em sua realização. 

É importante ressaltar que, de acordo com Marx, durante esse processo   (D- M- D’)  o dinheiro deixa de ser um simples meio de troca e se transforma em Capital, o valor final é maior do que o inicial, “um valor que se valoriza”, definindo assim o processo de valorização.

Frederico Matias Bacic

Nenhum comentário:

Postar um comentário