terça-feira, 29 de março de 2011

Dica de filme: Enron – Os mais espertos na sala


Enron – Os mais espertos na sala(Eron: The smartest guys in the room)

Este filme examina o colapso da corporação Enron, que resultou em suicídios e julgamentos criminais para vários dos executivos superiores da companhia; também mostra o envolvimento dos comerciantes da Enron na crise de eletricidade da Califórnia.

O documentário mostra os bastidores de uma companhia poderosa de energia cuja queda mudou eternamente a paisagem do mundo de negócios. Com uma mistura de metragem fascinante, entrevistas rápidas e uma riqueza de informação, esta filme é uma lição séria das armadilhas potenciais de desonestidade e comportamento contrário à ética nas corporações americanas hoje. O documentário vai à formação da companhia texana nos anos 80 e ao perfil dos envolvidos para entender como nasceu o que se tornaria uma ilusão de sucesso.

O segredo estava na desregulamentação da indústria. Esse termo é usado pelos defensores do mercado como um mantra - significa que o Estado não interfirirá com normas e restrições no vale-tudo do livre-comércio. No caso da Califórnia, por exemplo, revendedores de energia, como a Enron, poderiam elevar o preço como quisessem, enquanto as distribuidoras, aquelas que lidam direto com o consumidor, sofriam o limite de tarifas imposto pelo governo estadual.

O ápice desse desequilíbrio de regulamentação foi o famoso blecaute de 2001. O documentário seguete até a revelação, praticamente da noite para o dia , no fim dessa que todos pensavam ser uma grande companhia, a menina dos olhos da economia norte-americana. Para os que não assistiram fica a dica.



Dados: País/Ano de produção: EUA, 2005Duração/Gênero: 109 min., Documentário Direção de Alex GibneyRoteiro de Alex Gibney, baseado em livro de Bethany McLean e Peter ElkindElenco: Peter Coyote (Narrador), John Beard, Jim Chanos, Carol Coale, Gray Davis, Joseph Dunn, Reggie Dees II, Max Ebert, Peter Elkind, Andrew Fastow, Ken Lay.

Frederico Matias Bacic

Nenhum comentário:

Postar um comentário